Arquivos do Blog

Thaísa Pedretti e Luisa Stefani são campeãs do Banana Bowl

Luisa Stefani foi campeã sem perder um set em São Paulo   Crédito: Alexandre Carvalho/Fotoarena

Luisa Stefani foi campeã sem perder um set em São Paulo Crédito: Alexandre Carvalho/Fotoarena

São Paulo, 17 de março de 2013 – As paulistas Thaísa Pedretti, nos 14 anos, e Luisa Stefani, nos 16 anos, conquistaram neste domingo chuvoso o título do 43o. Banana Bowl, um dos principais torneios infanto-juvenis do país, realizado no Clube Paineiras do Morumby, na capital paulista. No masculino, os títulos ficaram com o argentino Camilo Ugo (14 anos) e Agustin Torreano (16 anos).

A programação deste domingo começou nas quadras descobertas, com os 14 anos em quadra, mas os jogos tiveram que ser transferidos para as quadras cobertas do Paineiras, devido à chuva intermitente.

Thaísa Pedretti conquistou grande vitória, de virada, na decisão dos 14 anos ao superar a colombiana Emiliana Arango por 2 sets a 1, parciais de 5/7, 7/6 e 6/1.

“Foi um jogo muito duro. Perdi o primeiro set. No segundo set estava 5/3 para ela no tiebreak. Dei tudo de mim, não sei como tirei forças. A torcida me ajudou muito. Foi um pouco por causa deles que eu ganhei. Estou muito feliz”, comemorou a tenista de 13 anos.

Este é o terceiro troféu de Circuito Cosat de Pedretti na temporada. A líder do ranking nacional dos 14 anos conquistou as etapas do Equador e Paraguai, além do vice-campeonato no Chile. “Estou muito contente com a temporada e muito feliz com meu tênis”, complementou a paulista que treina no Instituto Tênis, em Alphaville, na Grande São Paulo.

No masculino, o argentino Camilo Ugo, cabeça de chave 1, confirmou o favoritismo e sagrou-se campeão da competição ao superar o compatriota Juan Otegui, por 2 sets a 0, parciais de 7/6(3) e 6/4.

Nos 16 anos, a brasileira Luisa Stefani teve uma semana de alto nível de tênis e conquistou o título do Banana Bowl sem perder nenhum set. Convidada da organização, na decisão, ela derrotou a argentina Agustina Zamprogno, cabeça 1, por duplo 6/1.

“Eu me preparei bem. No começo eu estava um pouco nervosa, mas consegui me soltar bem. Tentei jogar com mais confiança possível, bem focada”, avaliou Stefani.

“Eu não esperava jogar tão bem assim, mas esperava jogar bem. Achei que ela fosse jogar melhor, mas eu consegui travar um pouco do jogo dela. Joguei meu melhor tênis a semana inteira”, comemorou a tenista que mora nos Estados Unidos.

No masculino, o argentino Agustin Torreano ratificou o condição de principal favorito e na final venceu, de virada, o peruano Juan Rosas, por 6/1, 4/6 e 6/4.

DUPLAS – Os títulos de duplas, disputados na tarde de sábado, ficaram com os estrangeiros. Nos 14 anos feminino, as colombianas Emiliana Arango e Sofia Munera derrotaram a parceria formada pela argentina Maria Lourdes Carle e a mexicana Maria José Portillo, por 7/5 e 6/4. No masculino, o título ficou com os argentinos Juan Otegui e Camilo, que venceram por wo a dupla do chileno Nicolas Acevedo e do argentino Tomas Etcheverry.

Nos 16 anos, o Brasil ficou com dois vice-campeonatos. No feminino, vitória foi da colombiana Laura Harciniegas e da venezuelana Daniela Ramirez sobre a dupla brasileira Erika/Pereira e Maria Clara Silva, por 6/4 e 7/6(6). No masculino, os argentinos Juan Ficovich e Federico Herrera marcaram duplo 6/3 diante dos brasileiros José Evaldo Neto e Gabriel Sidney.

43o. Banana Bowl – Resultados finais:

14 anos feminino
Thaísa Pedretti (BRA) d. Emiliana Arango (COL) – 5/7 7/6 6/1

14 anos masculino
Camilo Ugo (ARG) d. Juan Otegui (ARG) – 7/6(3) 6/4

16 anos feminino
Luisa Stefani (BRA) d. Agustina Zamprogno (ARG) – 6/1 6/1

16 anos masculino
Agustin Torreano (ARG) d. Juan Rosas (PER) – 6/1 4/6 6/4

14 anos feminino – duplas
Emiliana Arango/Sofia Munera (COL) d. Maria Lourdes Carle (ARG)/Maria José Portillo (MEX) – 7/5 6/4

14 anos masculino – duplas
Juan Otegui/Camilo Ugo (ARG) d. Nicolas Acevedo (CHI)/Tomas Etcheverry (ARG) – wo

16 anos feminino – duplas
Laura Harciniegas (COL)/Daniela Ramirez (VEN) d. Erika Pereira/Maria Clara Silva (BRA) – 6/4 7/6(6)

16 anos masculino – duplas
Juan Ficovich/Federico Herrera (ARG) d. José Evaldo Neto/Gabriel Sidney (BRA) – 6/3 6/3

O 43º Banana Bowl é uma realização da Confederação Brasileira de Tênis com o apoio da Federação Catarinense de Tênis, da Federação Paulista de Tênis, do Itamirim Clube de Campo e do Clube Paineiras do Morumby. O patrocínio é dos Correios e o co-patrocínio é da Peugeot – montadora oficial da CBT, e Asics – marca esportiva oficial do tênis no Brasil. O apoio é da Baeza Eventos, Banco Volkswagen, EGA Solutions, Sincor, Enoteca Decanter, Prince, Puris Água Mineral, FMEL e Prefeitura de Itajaí. A supervisão é da ITF e da Cosat. A bola oficial é Tretorn. Mais informações no site oficial do torneio http://www.bananabowl.com.br e também em nossas mídias sociais Facebook.com/BananaBowl e Twitter.com/bananabowl.

Atual campeã dos 16, sobrinha de Meligeni estreia na categoria 18 anos

Campeã da categoria 16 anos do Banana Bowl no ano passado, a paulista Carolina Meligeni Alves é uma das atrações da 42ª edição do mais tradicional torneio infanto-juvenil do tênis brasileiro e entra na chave buscando o título da categoria 18 anos depois de receber um wild card da organização para jogar no Itamirim Clube de Campo, em Itajaí.


Sobrinha do ex-número 25 do mundo Fernando Meligeni, que foi campeão do Banana Bowl em 1981, Carolina tenta aos 15 anos aproveitar a chance de jogar entre as tenistas de uma categoria acima da sua categoria na busca por experiência.

“Estou tentando pegar o máximo de experiência possível de jogar com meninas melhores, superiores, para conseguir fazer o melhor na quadra para evoluir e lá na frente quando minha categoria for realmente 18 anos eu estar ganhando dessas meninas”, afirma Carolina Meligeni Alves, que joga a chave principal a partir de segunda-feira.

A tenista brasileira tem um bom histórico no Banana Bowl, tendo sido vice-campeã na categoria 14 anos em 2010 e conquistando no ano passado a categoria 16 anos. O título vencido no ano passado fez sua família relembrar a conquista do tio 20 anos antes.

“Quando eu ganhei o Banana foi uma emoção muito grande na família inteira, fazia 20 anos que ele tinha ganhado também e foi como se estivesse relembrando tudo o que eles passaram antes”, lembra a jovem tenista.

Integrante de uma geração que é representada por tenistas Beatriz Haddad Maia e Laura Pigossi, que também jogam a categoria 18 anos do Banana Bowl, Carolina Meligeni Alves vê um cenário favorável para o desenvolvimento do tênis feminino.

“Agora a gente está com bastante apoio vindo da Confederação. Estamos conseguindo ter treinamento e viajar para vários torneios e cada vez com nível maior. Isso está fazendo a gente ganhar mais experiência para conseguir disputar os torneios maiores e com essa ajuda vamos conseguir chegar a um nível mais alto e mais meninas vão surgir”, completa Carolina.

Neste ano ela não é a única da família Meligeni a disputar o Banana Bowl. Seu irmão Felipe Meligeni Alves disputa o qualifying da categoria 14 anos no Boa Vista Country Club, em Gaspar.

Resultados do qualifying masculino da categoria 16 anos neste sábado

Primeira rodada 16 anos masculino
Victor Hugo Portugal Pereira (BRA) d. Joshua Manzano (EQU), 6/2 6/1
Brunno de Miranda Storani (BRA) d. André Costa Corral Ponce (BRA), 6/1 6/2
André Botelho Barros (BRA) d. Michel Sabbagh Neto (BRA), 6/4 5/7 6/4
Alejandro Riviere Padilha (BRA) d. João Paulo Azaro Berenguer (BRA), 6/0 6/1
Matheus Almeida Torreão Mota (BRA) d. Mateus José Vieira (BRA), 6/3 6/2
Paulo Siracusa (BRA) d. Ivo Rischbieter Junior (BRA), 1/6 6/3 6/1
Mario dos Santos Neto (BRA) d. Guilherme Almeida Castro (BRA), 6/4 6/2
Riccardo Ayrton Ferraris (BRA) d. Bruno Suiama (BRA), 6/4 6/2
Pedro Catelan (BRA) d. Gabriel Monteiro dos Santos (BRA), 7/6(6) 7/5
Rodrigo Tanaka Santos (BRA) d. Rafael Philippsen Campos (BRA), 6/1 6/0
Thiago Coelho (BRA) d. Guilherme Fachin da Cunha (BRA), 1/6 6/1 6/4
Vinicius Rodrigues dos Santos (BRA) d. Pietro Oliveira da Silva (BRA), 6/3 6/1
Edinei Mendes de Sousa (BRA) d. Gustavo Pickbrenner (BRA), 6/0 6/0
Ygor Cuesta (BRA) d. Mateus Dallavechia (BRA), 7/5 1/6 6/2
Marvin Spiering (BRA) d. Vitor Gonçalves Lima (BRA), 6/4 6/0
Renan Hanayama (BRA) d. Gabriel Preusser Nery (BRA), 7/5 6/4
Gabriel Tumasonis (BRA) d. Hugo Castro de Souza Pires (BRA), 7/5 6/4
Gabriel Carneiro Gonçalves (BRA) d. Pablo Andrés Muñoz Lasen (CHI), 6/3 6/1
Bruno Chieregatti Saraiva (BRA) d. João Pedro Dai Pra Maestri (BRA), 6/2 6/1
Pedro Henrique Brito Neiva de Lima (BRA) d. Vinicio André Hadlich (BRA), 6/3 6/1
Marcelo Monteiro Dib (BRA) d. Arthur Chain (BRA), 6/1 6/2
Renan Seffrin Maia (BRA) d. João Benvenutti (BRA), 6/0 6/1
Antonio Tadeu Costa Filho (BRA) d. Marcelo Fortini Murbach (BRA), 6/7(6) 6/2 6/1
Renato Francisco Rosa Junior (BRA) d. João Luiz Zillo do Prado (BRA), 6/2 6/2

Segunda rodada 16 anos masculino
Brunno de Miranda Storani (BRA) d. Victor Hugo Portugal Pereira (BRA), 7/5 6/0
Alejandro Riviere Padilha (BRA) d. André Botelho Barros (BRA), 6/1 6/1
Matheus Almeida Torreão Mota (BRA) d. Paulo Siracusa (BRA), 6/2 6/0
Mario dos Santos Neto (BRA) d. Riccarod Ayrton Ferraris (BRA), 3/6 6/3 6/0
Pedro Catelan (BRA) d. Rodrigo Tanaka Santos (BRA), 6/3 6/1
Vinicius Rodrigues dos Santos (BRA) d. Thiago Coelho (BRA), 6/4 6/1
Edinei Mendes de Sousa (BRA) d. Ygor Cuesta (BRA), 6/2 6/2
Marvin Spiering (BRA) d. Renan Hanayama (BRA), 2/6 7/5 6/3
Gabriel Carneiro Gonçalves (BRA) d. Gabriel Tumasonis (BRA), 6/1 6/0
Bruno Chieregatti Saraiva (BRA) d. Pedro Henrique Brito Neiva de Lima (BRA), 6/0 6/2
Marcelo Monteiro Dib (BRA) d. Renan Seffrin Maia (BRA), 6/0 6/1
Renato Francisco Rosa Junior (BRA) d. Antonio Tadeu Costa Filho (BRA), 6/2 1/6 6/3

Thiago Alves fala sobre o Banana Bowl e lembra de título que conquistou

O paulista Thiago Alves já disputou o Banana Bowl e foi campeão na categoria 16 anos na edição de 1998

Patricio Arnold lembra de título conquistado no Banana Bowl

Técnico do Itamirim Clube de Campo e do Projeto Olímpico Rio-2016, o ex-tenista argentino Patricio Arnold foi campeão de simples do Banana Bowl em 1988 no clube Paineiras do Morumby

Rafael Westrupp ressalta oportunidade catarinense com o Banana Bowl

Presidente da Federação Catarinense de Tênis, Rafael Westrupp disputou o Banana Bowl quando era tenista e comemora o fato de o estado de Santa Catarina sediar o evento

Jaime Oncins exalta importância do Banana Bowl e espera fim do jejum no 18 anos

Irmão de Eduardo Oncins, último brasileiro campeão na categoria 18 anos, o técnico e ex-tenista Jaime Oncins reforça a importância do Banana Bowl

Marcos Daniel relembra participação no Banana Bowl

Técnico que foi 56º do mundo ressalta importância do Banana Bowl e lembra de sua participação no evento nas categorias 14, 16 e 18 anos

Banana Bowl começa neste sábado – Confira Wild Cards até agora

A edição de 40 anos do Banana Bowl começa neste sábado, no Bela Vista Country Club e no Tabajara Tênis Clube.

Alguns convites já estão definidos, mesmo antes do Sign In obrigatório, que definirá os outros contemplados com Wild Cards no quali e chave principal.

Veja quem já recebeu Wild Card da organização como os vencedores do Pré-Quali deste Banana Bowl 2010.

14 anos masculino
João Schneider – Quali
Eduardo Lucca Filho – Chave Principal

16 anos feminino
Ana Sigaki – Quali
Fernanda Amaral – Chave Principal

16 anos masculino
Mathaus Spiering – Quali
João Araújo – Chave Principal

18 anos feminino
Natasha Tomishima – Quali
Marina Danzini – Chave Principal
Paula Ormaechea (ARG) – WC CBT Chave Principal

18 anos masculino
Daniel Schimitt – Quali
Victor Guimarães – Chave Principal
Tiago Fernandes – WC CBT Chave Principal
Agustin Velotti – WC CBT Chave Principal

Fact Sheet do Banana Bowl

itf_tm_cmyk

O Fact Sheet do Banana Bowl já está disponível no site da ITF (www.itftennis.com/juniors), que você também encontra do lado esquerdo do site.

A reprodução está abaixo, com todas as informações disponíveis para os participantes do torneio.

As dúvidas podem ser tiradas também com a CBT, através do telefone (11) 3325-0160, e do e-mail tecnico@cbtenis.com.br.

Fact Sheet:

Start Date: 16 Mar 2009
End Date: 22 Mar 2009
Entry Deadline: 23 Feb 2009
Host Nation: Brazil
Surface: 10 Clay

Contact Name : COSAT Confederación Sudamericana de Tenis Providencia No.2653 Edificio Forum – Oficina 44 Santiago CHILE
Contact Email : cosat@cosat.org
Contact Telephone : (56 2) 436 8114
Contact Fax : (56 2) 436 8118
Contact Website : www.cosat.org

Site Name : Lagoa Iate Clube Florianapolis Santa Catarina BRAZIL
Site Email :
Site Telephone :
Site Fax :
Site Website : www.aesj.com.br
Hospitality : Full hospitality for Main draw players only until elimination
%d blogueiros gostam disto: